Indicador IPRS Paulínia 2008 - Índice Paulista de Responsabilidade Social

Embedded Scribd iPaper - Requires Javascript and Flash Player
PAuLíNIA
Nas edições de 2006 e 2008 do IPRS, Paulínia classificou-se no Grupo 2, que agrega os municípios bem posicionados na dimensão riqueza, mas com deficiência em pelo menos um dos indicadores sociais.
Ranking 2008
10ª 72ª
Riqueza Longevidade
513ª
Riqueza Paulínia ocupou as seguintes posições no ranking de riqueza:
2006: 12ª 2008: 10ª
Média estadual 100 80 60 40 20 70 0 2000 59 2002 61 2004 66 2006 69 2008
Escolaridade
Comportamento das variáveis que compõem esta dimensão no período 2006-2008: • o consumo anual de energia elétrica por ligação no comércio, na agricultura e nos serviços variou de 18,9 MW para 21,9 MW; • o consumo de energia elétrica por ligação residencial elevouse de 2,2 MW para 2,4 MW; • o rendimento médio do emprego formal variou de R$ 2.646 para R$ 2.534; • o valor adicionado per capita reduziu-se de R$ 359.756 para R$ 282.145. Paulínia superou a média estadual no escore desta dimensão e avançou no ranking, resultado do melhor desempenho de seus indicadores de riqueza no período.
Longevidade Paulínia ocupou as seguintes posições no ranking de longevidade:
2006: 65ª 2008: 72ª
Média estadual 100 80 60 40 20 0 77 2000 74 2002 75 2004 79 2006 80 2008
Comportamento das variáveis que compõem esta dimensão no período 2006-2008: • a taxa de mortalidade infantil (por mil nascidos vivos) diminuiu de 8,6 para 8,0; • a taxa de mortalidade perinatal (por mil nascidos) aumentou de 10,0 para 10,7; • a taxa de mortalidade das pessoas de 15 a 39 anos (por mil habitantes) decresceu de 1,3 para 1,1; • a taxa de mortalidade das pessoas com 60 anos e mais (por mil habitantes) variou de 34,0 para 34,4. Paulínia acrescentou um ponto nesse escore no período, ficando acima da média estadual. A despeito desse desempenho favorável, o município perdeu posições no ranking dessa dimensão.
IPRS 145
Escolaridade Paulínia ocupou as seguintes posições no ranking de escolaridade:
2006: 519ª 2008: 513ª
Média estadual 100 80 60 40 20 0 50 2000 50 2002 54 2004 59 2006 62 2008
Comportamento das variáveis que compõem esta dimensão no período 2006-2008: • a proporção de pessoas de 15 a 17 anos que concluíram o ensino fundamental variou de 64,1% para 68,7%; • o porcentual de pessoas de 15 a 17 anos com pelo menos quatro anos de estudo variou de 99,9% para 99,7%; • a proporção de pessoas de 18 a 19 anos com ensino médio completo cresceu de 39,5% para 42,1%; • a taxa de atendimento à pré-escola entre as crianças de 5 a 6 anos variou de 99,4% para 99,2%. O município realizou avanços nesta dimensão, somando três pontos nesse escore no período, embora tenha mantido seu índice inferior à média estadual.
Indicadores – 2010
População total1 – 2008 População total1 – 2020 Índice de envelhecimento – 2008 (número de pessoas de 0 a 14 anos para cada 100 pessoas com 60 anos e mais) Índice de envelhecimento – 2020 (número de pessoas de 0 a 14 anos para cada 100 pessoas com 60 anos e mais) Produto Interno Bruto2 – 2007 (Em milhões de reais) Produto Interno Bruto per capita3 – 2007 (Em reais) Gestão municipal da atenção às pessoas com deficiência Existência de órgão gestor das ações voltadas para a pessoa com deficiência Existência de cadastro de pessoas com deficiência Existência de cadastro de entidades voltadas ao atendimento de pessoas com deficiência Participação da sociedade na gestão municipal da atenção às pessoas com deficiência Existência de conselho municipal da pessoa com deficiência4 Política e ações municipais de acessibilidade às pessoas com deficiência Existência de comissão permanente de acessibilidade Existência de plano municipal de acessibilidade da pessoa com deficiência Existência de ações municipais para tornar edifícios municipais acessíveis a pessoas com deficiência Existência de transporte público municipal5 para alunos da rede municipal com deficiência Existência de transporte público municipal6 Existência de transporte público municipal com veículos acessíveis7 às pessoas com deficiência 76.033 105.985 278,5 155,7 6.407,82 87.761 Vários órgãos são responsáveis Não Sim Não possui Conselho Não Não possui Sim Sim Sim Sim
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE; Fundação Seade. 1. População projetada pela Fundação Seade. 2. É estimado com o valor adicionado, total, menos o dummy financeiro, mais os impostos. 3. População total disponibilizada pelo IBGE, para possibilitar a comparação entre os municípios brasileiros. 4. Conselho Consultivo: seus integrantes apenas emitem pareceres, indicam ações ou políticas. Conselho Deliberativo: tem o poder efetivo de decidir ou resolver sobre a implantação e administração de recursos. Conselho Fiscalizador: detém o poder de fiscalizar a implementação e o funcionamento de políticas e/ou a administração de recursos. Conselho Normativo: pode estabelecer normas e diretrizes para as poliíticas ou administração de recursos. 5. Conveniado ou não, com exclusividade ou não para pessoas com deficiência e na área urbana ou rural. 6. Empresas de ônibus em operação ou linhas urbanas ou rurais exploradas pelas prefeituras. 7. Com equipamento como escada escamoteável ou plataforma. Nota: ND = não disponível.
Síntese
No âmbito do IPRS, o município registrou avanços em todos os indicadores. Em termos de dimensões sociais, o escore de longevidade superou a média do Estado, porém o de escolaridade ficou abaixo desse valor.
146 IPRS
AnexoTamanho
metodologia_iprs_2008.pdf636.21 KB
Documento de domínio público.

Comente no site usando seu Facebook

Comente com Facebook