Indicador IPRS Paulínia 2010 - Índice Paulista de Responsabilidade Social

Embedded Scribd iPaper - Requires Javascript and Flash Player
Ranking 2010
2a
Riqueza
PAULÍNIA
Nas edições de 2008 e 2010 do IPRS, Paulínia classificou-se no Grupo 1, que engloba os municípios com bons indicadores de riqueza, longevidade e escolaridade.
56a
Longevidade
100a
Escolaridade
Riqueza
Posições no ranking:
2008: 1ª
2010: 2ª
Média Estadual
100 80 60 40 20 0 56 2008
57 2010
Comportamento das variáveis que compõem esta dimensão no período 2008-2010: • o consumo anual de energia elétrica por ligação no comércio, na agricultura e nos serviços variou de 21,9 MW para 25,6 MW; • o consumo de energia elétrica por ligação residencial variou de 2,4 MW para 2,6 MW; • o rendimento médio do emprego formal variou de R$ 2.888 para R$ 2.774; • o valor adicionado per capita reduziu-se de R$ 305.165 para R$ 264.652. Paulínia acrescentou um ponto nesse escore no período, mantendo-se acima da média estadual. A despeito desse desempenho favorável, o município perdeu uma posição no ranking dessa dimensão.
I P R S
141
Longevidade
Posições no ranking:
2008: 67ª
2010: 56ª
Média Estadual
100 80 60 40 20 0 75 2008
Comportamento das variáveis que compõem esta dimensão no período 2008-2010: • a taxa de mortalidade infantil (por mil nascidos vivos) variou de 8,0 para 7,7; • a taxa de mortalidade perinatal (por mil nascidos) decresceu de 10,7 para 8,9; • a taxa de mortalidade das pessoas de 15 a 39 anos (por mil habitantes) elevou-se de 1,1 para 1,2; • a taxa de mortalidade das pessoas de 60 a 69 anos (por mil habitantes) variou de 14,8 para 15,0. Paulínia somou pontos no escore de longevidade, é superior à média estadual e avançou posições nesse ranking.
76 2010
Escolaridade
Posições no ranking:
2008: 119ª
100 80 60 40 20 0 50 2008
2010: 100ª
Média Estadual
61 2010
Comportamento das variáveis que compõem esta dimensão no período 2008-2010: • a taxa de atendimento escolar de crianças de 4 a 5 anos variou de 99,3% para 100,0%; • a média da proporção de alunos da rede pública que atingiram o nível adequado nas provas de português e matemática (5o ano do ensino fundamental) cresceu de 36,8% para 54,2%; • a média da proporção de alunos da rede pública que atingiram o nível adequado nas provas de português e matemática (9o ano do ensino fundamental) aumentou de 25,0% para 34,0%; • o percentual de alunos com atraso escolar no ensino médio variou de 24,2% para 24,5%. Entre 2008 e 2010 o município aumentou seu indicador agregado de escolaridade e melhorou sua posição no ranking. Seu escore é superior ao nível médio do Estado.
Indicadores
População total1 – 2010
81.825 37,28 55,04 7.779,84 91.985 Não possui Plano Diretor de Drenagem Urbana Sim, mas o Plano Diretor não está regulamentado Sim Não Sim Sim Não Não Não
I P R S
Índice de envelhecimento2 – 2010 (em %) Taxa de fecundidade geral3 – 2010 (por mil mulheres entre 15 e 49 anos) Produto Interno Bruto4 – 2009 (em milhões de reais) Produto Interno Bruto per capita5 – 2009 (em reais) Características de política municipal de drenagem urbana Existência de Plano Diretor de drenagem urbana/manejo de águas pluviais Existência de Plano Diretor com diretrizes relativas à drenagem urbana Existência de Plano Municipal de saneamento básico com ações relativas à drenagem urbana Existência de órgão ou unidade da administração direta municipal responsável pela manutenção do sistema de drenagem urbana Existência de cadastro da rede de drenagem urbana Existência de mapeamento das áreas do município com risco de inundações ou deslizamentos Existência de plano de ação emergencial para os problemas causados por chuvas Utilização pela Prefeitura de informações pluviométricas ou meteorológicas para monitoramento de chuvas Utilização pela Prefeitura de informações fluviométricas ou hidrológicas para monitoramento de cursos d´água
142
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE; Fundação Seade. 1. População projetada pela Fundação Seade. 2. Número de pessoas de 65 anos ou mais para cada 100 pessoas menores de 15 anos de idade. 3. Número de nascidos vivos para cada 1.000 mulheres em idade fértil (15 a 49 anos). 4. O PIB do município é estimado somando os impostos ao VA total. 5. O PIB per capita foi calculado utilizando a população estimada pelo IBGE. Nota: ND = não disponível.
Síntese
No âmbito do IPRS, o município registrou avanços em todas as dimensões. Em termos de dimensões sociais, os escores de longevidade e escolaridade estão acima da média do Estado.
AnexoTamanho
metodologia_iprs_2010.pdf1.44 MB
Documento de domínio público.

Comente no site usando seu Facebook

Comente com Facebook