Manifestantes protestam na Avenida José Paulino

Manifestação de cunho apartidário foi contra a corrupção e por novas eleições e mais investimentos sociais

Protesto marcado através de redes sociais, especialmente o Facebook, reunião aproximadamente 250 pessoas, segundo a polícia, na Avenida José Paulino na noite dessa quarta-feira (19). Além de apoiar os protestos que estão ocorrendo em várias cidades do país, os manifestantes de Paulínia pediram novas eleições e mais investimentos na área da saúde e da educação.

A passeata

As pessoas começaram a se reunir na escadaria da Igreja São Bento às 17h00. Durante uma hora, ficaram conversando e fazendo pequenos interrupções na Avenida José Paulino, recebendo apoio de muitos motoristas. O início da caminhada ocorreu às 18h00, quando o grupo desceu a avenida até a região da antiga rodoviária, onde retornaram e passaram a subir a avenida pela pista oeste, sentido Nova Paulínia. No cruzamento com a Rua Presidente Café Filho houve uma pequena confusão em relação ao trajeto: originalmente prevista para seguir pela Avenida Presidente Getúlio Vargas, os manifestantes decidiram continuar pela José Paulino. Apesar da mudança de trajeto, o movimento continuou pacífico e sem causar grandes transtornos.

Durante a caminhada, os manifestantes paravam e sentavam na via nos cruzamentos, para bloquear o trânsito nas vias paralelas. Ademais, cercavam carros que não desviavam da marcha, liberando a passagem apenas depois dos motoristas buzinarem em apoio à manifestação. A caminhada seguiu até a região do Jardim América, quando alguns manifestantes levantaram a possibilidade de se dirigirem à prefeitura. Após uma longa discussão , ficou acordado que o grupo voltaria para a Igreja São Bento. Ao chegar no ponto de encontro, um grupo encerrou o protesto cantando o hino nacional. Outro grupo continuou descendo a via e bloqueou por dez minutos a ponte do Rio Atibaia, único acesso à região noroeste da cidade. O fato causou um longo congestionamento nas ruas São Bento, João Franco Cunha e nas avenidas José Paulino e Expedicionários. Nenhum ato de vandalismo foi registrado

Outros protestos

Ao fim da manifestação, os participantes foram convidados a comparecerem à de Campinas, que ocorreu nessa quinta-feira (20), e a uma segunda passeata em Paulínia, que ocorrerá no sábado (22), às 12h00. Foi levantada a possibilidade de essa passeata ir até a prefeitura, entretanto na página oficial do evento no Facebook, até às 15h00 de sexta o trajeto proposto era da Praça da Amizade até a Praça São Bento.

Repercussão nos meios regionais

Imagens da manifestação nas redes sociais

Comente no site usando seu Facebook

Comente com Facebook