Geografia

Paulínia possui uma geografia homogênea. Com uma área de 139,72 km², sendo 138 km² ocupados pelo perímetro urbano, o município possui poucos pontos com um relevo acidentado. O município se localiza numa região física do estado denominada Depressão Periférica Paulista, tendo, assim, altitudes mais modestas em relação a regiões vizinhas, como a capital e o Oeste Paulista. Faz divisa com Cosmópolis (ao norte), Campinas (a sudeste), Sumaré (ao sul), Nova Odessa (a sudoeste), Jaguariúna (a leste), Holambra (a nordeste) e Americana (a oeste). Paulínia é um município onde grande parte da paisagem original foi modificada devido à ação humana. Atualmente as poucas áreas verdes originais são protegidas afim de não desaparecerem.

Paulínia se localiza no região centro-leste do estado de São Paulo, entre os rios Atibaia, Jaguari e os ribeirões do Quilombo e Anhumas. A posição de Paulínia era um problema para as antigas fazendas localizadas nessa área, que viam os rios como "barreiras naturais ao desenvolvimento" da região, fato que impulsionou a construção da ferrovia que está intimamente ligada ao desenvolvimento de Paulínia: a Funilense.

Atualizado em 4 de julho de 2013